30.3.13

DiDanDa.

Em 2006, fundei o grupo DiDanDa - Cia Experimental de Dança. DiDanDa significa Di- Dilaran (em hindi o confortador de corações), Dan- Dança e Da- Daniella. Sua idéia original é ser um grupo permanentemente aberto, composto por pessoas com e sem deficiência que desejam desenvolver projetos experimentais de dança. Numa perspectiva voltada para a pesquisa do movimento, criamos coreografias com base no trabalho em dança contemporânea. Na busca de compartilhar essas idéias buscamos fazer intervenções em espaços de forma independente. Tocar o olhar do outro através de novas formas de se pensar e fazer a dança.

"Nos tempos da Kaliuga" Teatro Júlia Bergmann, criação em site specific no Memorial da America Latina/SP.


O workshop e espetáculo "Evidência: poesia em movimento" integra os trabalhos de pesquisa do grupo DiDanDa. O vídeo-dança pode ser visto neste blog acessando pelo nome do trabalho. Ele foi apresentado como Comunicação Oral e Vídeo-Dança: Congresso Mundial de Investigação em Dança CID/ UNESCO – Málaga/ Espanha - 12 a 19/07/09.







 "Corpo - Máquina". Foi apresentado na Mostra de Dança Inclusiva, na Reatech e no VIII Simpósio Internacional de Dança em Cadeira de Rodas-Santa Maria/RS.


"Natureza Feminina"faz parte de uma série de pesquisas que venho desenvolvendo nas questões do gênero feminino. Fez parte do encerramento do XV Deafblind Internacional Word Conference em 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.