13.4.17

Fotos da Performance e Visitação da Exposição Movimento em Branco

Esculturas de Alfonso Ballestero
Curadoria: Amanda Tojal
Performance e Audiodescrição: Daniella Forchetti
Consultoria: Shirlei Caetano
Local: Memorial da Inclusão/ SP

A exposição é composta por obras que seguem uma linha continua ondulada, sendo que cada obra faz parte de um movimento ascendente, das mais horizontais para mais verticais, indicando uma elevação para o cosmos. A cor branca presente em todas as obras tem também um papel de leveza e as formas sensuais convidam ao toque envolvente e suave. A linha contínua e o movimento sequencial entre uma obra e outra se assemelha a uma pauta musical, onde corpo, música e a organicidade do movimento se interagem de forma sincronizada e harmônica, terminando no movimento final de ascensão.
A performance apresentada representa a corporeificação das obras da exposição Movimento em Branco, com audiodescrição-mediadora. Revela uma linha sinuosa através do movimento, metamorfoseando o corpo pelo espaço, através da palavra poética

 

Descrição: Foto de Daniella de olhos fechados, pele branca, cabelos castanhos curtos repartidos no meio. Usa um macacão branco, na parte de cima plissado. Toca o rosto com uma das mãos enquanto abraça por detrás a obra Mireya VI, tateando com a outra mão. A obra é uma escultura branca, na vertical, com a base mais larga que se estreita ao subir e se arredonda na parte superior, sobre um pedestal. Ao lado direito, a escultura Sensualidade. No fundo, painel do Memorial da Inclusão, com dois representantes e uma tv no centro escrito,"nenhuma limitação atrapalha a vida"

 Descrição: Foto de Daniella dançando na frente das esculturas, mão esquerda e joelho esquerdo apoiados no chão, braço arredondado para cima e perna esticada para o lado. No fundo, painel do Memorial da Inclusão.

 Descrição: Foto de Daniella dançando na frente das esculturas. Está deitada no chão, braços ao lado do corpo, pernas estendidas para cima com os joelhos semi-flexionados. próximo a obra Sensualidade. Escultura vertical de forma ondulada, com base arredondada e mais estreita na parte superior. Ela se duplica e está justaposta. Sai uma fenda na parte superior que se abre e forma um vazado mais abaixo. No fundo, painel do Memorial da Inclusão.

Descrição: Foto de Daniella dançando na atrás das esculturas de pé. com o braço direito estendido para cima e o esquerdo dobrado nas costas. No fundo, painel do Memorial da Inclusão. 

Descrição: Foto de pessoas cegas e com baixa-visão tocando a esculturas da exposição. Elas são guiadas por Amanda. As esculturas estão sobre pedestais de madeira retangulares. Elas são brancas, em formas arredondadas orgânicas, com tamanho aproximado de 1 metro de altura.

 Descrição: Foto de uma mulher negra cega, representando no corpo a forma da escultura. Ela está ajoelhada no chão, com o braço direito estendido para cima e o pulso flexionado, o braço esquerdo dobrado com a mão direita tocando o ombro, na frente de uma escultura da exposição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.